ÍNDICE

Capa

Turismo
Passeio Virtual
Como chegar
Monte seu pacote
Dicas de viagem
Reservas online
Guias de Turismo

Fotos 360 Graus
Veja as fotos do Festival

Galeria dos visitantes
A feirinha local
Web Cam diária

Serviços
Hotéis
Restaurantes
Comércio local
Agência na Chapada

Participe
Histórias de viagem
Links sobre a Chapada

Textos sobre a Chapada

Contato
E-mail
Assine nossa newsletter

O CERRADO PEDE SOCORRO

Inocêncio Batista da Silva (Nino).

Selecionei algumas espécies entre Nativas , Européias, e Européias exóticas que fazem parte do meu Herbarium.

No que diz respeito ao desaparecimento de ervas nativas, o maior predador sem dúvida, o próprio Homem. Antigamente o cerrado se queimava naturalmente, uma planta nativa chamada "Canela de Ema" entrava em combustão naturalmente de cinco em cinco anos, fazendo desta forma inclusive a própria seleção natural . A importância tão grande a ponto de cientistas já estudarem antibióticos naturais oriundos do solo do Cerrado. Em Chapada dos Guimarães antigamente um dos mais ricos em espécies medicinais, já não é mais o mesmo, pois além das queimadas anuais que são provocadas justamente na época da seca, empobrecendo o solo e acabando gradativamente com espécies que hoje já são consideradas em extinção. Se não bastasse, os próprios Coletores de Ervas também contribuem com desaparecimento vertiginoso das ervas devido a grande procura e interesse financeiro sem escrúpulos , demonstrando uma enorme falta de respeito ao ciclo natural destas ervas tão poderosas. Intensificando ainda mais este processo a grande especulação imobiliária destrói extensas áreas para ocupa-las com chácaras. Inerentes a importância medicinal do Cerrado ocupam pequenas e grandes áreas, fazendo pastagem sem o mínimo respeito com a vegetação, sem saber inclusive que o próprio Cerrado se encarrega de alimentar o Gado, produzindo Capim chamado de Gordura que faz com que as vacas produzam um leite mais rico em gordura e vitaminas, pois além de ser um capim altamente energético para os animais, é hidratante e nutritivo do solo evitando assim seu ressecamento em épocas de grande estiagem..

O cultivo destas plantas medicinais deve ser intensificado respeitando-se as particularidades que o Cerrado apresenta, preservando-as no seu Habitat Natural, qualquer forma artificial não obter os mesmos resultados.

Não esquecer que a importância do Cerrado vai além do que se imagina, pois mesmo que ele pareça retorcido e feio, permite inclusive uma fantástica simbiose, haja visto o que presencio na Chapada dos Guimarães, entre plantas nativas, européias e exóticas de algumas partes do planeta, atestando assim de forma mais que definitiva que o Cerrado sem dúvida encerra em si uma importância primordial para que se perpetue-se para as futuras gerações.

A falta de amor e carinho e principalmente de informações faz com que o Cerrado que já foi considerado pela a Organização Mundial de Saúde como sendo um dos Cerrados mais ricos do Brasil e consequentemente do Planeta esteja hoje fadado ao empobrecimento e desaparecimento causando erosões, secas mais prolongadas e sem dúvida nenhuma uma perda irreparável para a Humanidade que atualmente diante de tantas doenças e problemas no campo da Saúde Pública em geral, destrói um arsenal valiosíssimo em detrimento de tantas espécies. O Homem explora, destrói e mata o Cerrado, destruindo assim seu remédio e sua própria Cura.

NATIVAS DO CERRADO AMEAÇADAS DE EXTINÇÃO

ARNICA DO CAMPO

Chamada também de Arniquinha do Campo. Poderosa em contusões, esfoladuras, golpes traumatismo interno e externo. Cicatrizante eficaz, alivia dores, picadas de insetos e em uso interno moderadamente ajuda na recuperação de cirurgias. Erva ameaçadíssima.

CHAPÉU DE COURO NATIVO

Ervas de varzeas, tendo duas espécies: sendo uma pequena e outra grande. Considerada detergente do sangue ,pois além de limpá-lo regenera glóbulos brancos e vermelhos para os rins e bexiga, melhor remédio não há, ajuda curar ácido úrico, congestão hepática, picadas de cobras e feridas crônicas. Regeneradora do corpo em geral. Erva ameaçadíssima, muito difícil de ser encontrada.

VELAME BRANCO

Usada nas manchas de pele, atua como poderoso depurativo do sangue, sífilis, gonorréia, feridas bravas, altamente diurética . Alivia o câncer de pele , podendo cicatrizar as chagas de tal moléstia em uso externo. Ameaçada.

SETE SANGRIAS

Erva cardiotonica ou seja tonifica os músculos e vasos do coração febrífuga, cura feridas , úlceras, febres maláricas e intermitentes , arteriosclerose e hipertensão arterial. No cerrado com duas espécies distintas e ameaçadas.

CAROBINHA

Poderosa na depuração do sangue a ponto de já ser usada em testes para remédios no combate a câncer e HIV. anti-séptica, cura reumatismo, doenças venéreas, disenteria amebiana e alivia febres. Espécie rara de ser achada.

ALFAVACA DO CERRADO

Difícil de ser encontrada, espécie de Alfavaca Nativa poderosa para incensar ambientes pesados e carregados, considerada a "Erva do Anjo", cura catarros pulmonares, febres, gripes, artrite, bronquite, tem ação poderosa nas diabetes e gonorréia. Atua como poderoso reconstituinte do corpo. Altamente energética.

Essas são apenas algumas espécies que junto de muitas outras que não foram colocadas aqui, também se acham ameaçadas correndo o risco de ficarem apenas na lembrança de alguns antigos moradores da região do Cerrado Chapadense.

NATIVAS DO CERRADO E MATA NÃO CATALOGADOS

PODEROSA DO BREJO

Erva nativa usada na assepsia de feridas úlceras, suas bagas dão um desodorante super refrescante. Em uso interno cura manchas de pele. Considerada sagrada pêlos índios da região ,usada em rituais de cura.

AMESCA

A planta dos Deuses, era usada em rituais de cura e sepultura pêlos índios Bororos. Nativa rara, anti-séptica, sedativa, usada em banhos de descarrego. Alivia artrite e cansaço físico. Tem o poder de dilatar os pulmões, tendo ação broncodilatadora. Além de outros segredos que encerra em si, e que a Ciência com certeza demorará anos na pesquisa de tal planta, pois o seu poder vai além do que se imagina, com duas variedades sendo de mata e cerrado.

CAROBÃO

Poderosa na depuração do sangue, cura e alivia, chagas, feridas, herpes altamente diurética, boa nas febres em geral e principalmente pneumáticas.

ARNICÃO

Uma variedade de arnica do campo, porém maior tendo o poder de substituir o Iodo. Ótima para cicatrizar machucados e limpar feridas crônicas. Em uso interno é boa nas febres e cicatrização de feridas.

CHÁ DE FRADE

Cura e alivia, gripes, pneumonias, tuberculose, catarros, tremores, febres maláricas, inflamações no útero e ovário. Erva nativa poderosa.

 

Apenas para citar algumas espécies que apesar de nem terem sido catalogadas também correm o risco de desaparecerem. Cabe à Ciência descobrir muitos outros poderes que essas ervas encerram em si.

EUROPÉIAS ACLIMATADAS

Medicinais:

MURTA ou MIRTO (Myrtus Communis)

É adstringente, refrescante, cura eficazmente leucorréia, inflamações nos pulmões (brônquios). Usado também para fazer cair o umbigo de bebê sem que haja inflamação ou infestação.

ALFAZEMA (Lavandula oficiantes)

Cura asma, cansaço físico, contusões, má digestão do estômago, excitação nervosa, faringite, enxaquecas, vertigens, insônia, tosse, coqueluche, laringite e feridas. Erva anti-séptica.

CALÊNDULA (Calêndula oficiantes)

Anti-séptica eficaz, usada para limpar feridas, acnes da pele, assaduras de bebê. Atua como poderoso filtro solar, neutralizando os raios nocivos do sol. Internamente alivia gripes, catarros pulmonares, além de combater dores viscerais, ulceras gástricas. Erva rejuvenecedora das células.

CINERARIA (Senecio cineraria)

Considerada a erva dos olhos, pois alivia os olhos cansados, vermelhos , cura conjuntivite, inflamação ocular, olhos irritados, descongestionante contra inchaço das pálpebras.

TEMPEROS EUROPEUS ACLIMATADOS

SALVIA (Salvia oficiantes)

Tempero delicioso, usado em carnes de caça, frangos, faisões, além de dar sabor de bacon a certa receitas naturais. Erva super medicinal, pois alivia e cura asma, estomatite, bronquite, problemas cardíacos, diabetes, esgotamento nervoso, cálculo nos rins e fígado, tosses rebeldes. Na antiga Roma era erva adorada pois acreditavam ressuscitar os mortos. Tônica cerebral.

ESTRAGÃO RUSSO (Artemísia dracunculus)

Considerado pai das ervas condimentares, pois além de ter um gosto picante usado em picles, ele realça o sabor das outras ervas condimentares. Tônica do estômago e coração‚ fortemente emenagoga (faz vir a menstruação). Além de aliviar cólicas menstruais.

Acreditava-se antigamente na França que a erva tinha o poder de espantar serpentes, além de ser um poderoso antídoto contra suas picadas.

ORÉGANO RUSSO

Européia, erva raríssima, aceita óleos com seu perfume forte. Usa da em pizzas, molhos , pães de ervas, deliciosa em carnes, frangos, peixes, omeletes. Medicinalmente é um poderoso digestivo, alivia cólicas gástricas, gastrite, é anti-séptica aromática. Cicatriza feridas além de ser um delicioso calmante.

SEGURELHA (Satureja hortensis)

Erva amarga de sabor acre, pode substituir o sal e a pimenta, usada em licores exóticos, patês, queijos. Condimento para alimentos pesados, digestiva alivia diarréias e vermes intestinais. Erva clássica da cozinha francesa.

EXÓTICAS ACLIMATADAS

FLOR DA NOITE (cactus grandiflorus)

Cactácea da região de Minas, medicamento poderoso , usado em febres catarrais, febre reumatismal, congestões cerebrais, bronquites crônicas, hepatite , dores agudas dos olhos. Considerada a planta do coração, pois cura desde enfraquecimento cardíaco e ataques cardíacos crônicos. Alivia menstruações dolorosas. Poderoso melífero.

GINSENG (Panax quinquefolium)

A panacéia como diziam os chineses, contém todos os aminoácidos essenciais, todas vitaminas do complexo B, de ação fortemente estimulante, atua como poderoso regenerador celular e cerebral. Tem poderes de aliviar toda espécie de doenças, e câncer, além de ser usado como poderoso estimulante do sistema imunológico . Acreditavam os chineses ser a planta divina pois curava toda espécie de doença.

HISSOPO (Hyssopus oficiantes)

Erva adorada nos tempos do Rei Salomão, encontradas nos sarcófagos egípcios. Considerada pêlos Hebreus como erva mandada dos céus, pois além de curar e aliviar toda espécie de doenças. Era usada para embalsamar múmias. Cura asma, bronquite, inflamações na garganta, estômago, histeria , calmante, alivia chagas, lepras , feridas é depurativa do sangue, além de ser uma erva poderosa para pele pois tonifica os músculos da pele e rejuvenecedora. Calmante de dores de cabeça.

MELILOTO (Melilotus oficiantes)

O nome delata essa erva sub arbustiva, européia aclimatada no Brasil, com suave aroma de mel, é um poderoso melífero, além de perfumar todo o jardim é um remédio valiosíssimo. Alivia dores em geral, cura abscessos, furúnculos, tumores, câncer de pele má digestão, cólicas nos intestinos, inflamações na garganta, fígado, rins insônia, excitação nervosa, conjuntivite . Suas flores produzem um mel valiosíssimo e altamente medicinal. Planta adorada na antiga germânia.